Machismo de saias


Durante milênios o homem subjugou a mulher. Ainda hoje, elas são humilhadas, chicoteadas pela milícia talibã em praça pública ou mortas pelos maridos de forma as mais variadas e cruéis. Já foi muito pior. No Ocidente, as coisas estão mudando. Elas obtiveram direito a voto, trabalho digno, respeito e igualdade de tratamento ao dos homens. Falta muito, mas estamos chegando a um patamar de equidade, honra e liberdade para todas as mulheres. Não podemos esquecer que o Ocidente tem suas raízes no “cristianismo”, sendo Jesus Cristo Aquele que praticou a dignidade junto a todas as mulheres. Impediu o apedrejamento da mulher adúltera, patrocinou o soerguimento de Maria Madalena, curou a mulher do fluxo de sangue, entre tantas outras atitudes positivas. Entretanto, o cenário futuro parece que vai levar ao extremo oposto. O pêndulo já esta virando contra os homens. Sinto muito: as mulheres estão deixando de serem femininas para se tornarem feministas. Muitas mulheres são a favor do aborto e do lesbianismo, não aceitam o padrão divino para o casamento, tratam pais, pastores e líderes com desdém e falta de reverência, se entregam à luxuria com avidez, querem ser adoradas, paparicadas e servidas pelos homens. O homem está com medo da nova mulher. Pudera. O fantasma da vingança ronda os relacionamentos humanos. Estamos nas mãos das mulheres. Ou elas nos punirão pelos pecados cometidos contra elas no passado – o que seria injusto! Ou elas buscarão uma convivência harmônica com o sexo oposto – o que seria o céu para ambos os sexos. Toda vez que vejo uma atitude autoritária de uma mulher ou um “marido dominado” percebo que a geração futura pagará caro pelo opressão feita no passada. Quantos milênios ainda teremos de machismo... de saias?

Um comentário:

Hugo Otávio disse...

É verdade... Como diz a palavra de Deus... "Mulher virtuosa, quem a achará?"
É preciso muita oração e ação para que Deus possa abençoar as nossas vidas (homens) através de mulheres dedicadas ao Senhor, batalhadoras mas que reconheçam a autoridade do homem dada por Deus. Paz!

Receba mensagens desse blog no seu E-mail