A estrebaria era melhor lugar que a estalagem




Não havia lugar para eles na estalagem. Por isso, Jesus nasceu numa estrebaria. É chocante a historicidade do Evangelho. A gente se emociona em pensar que o Filho de Deus, que é dono de tudo (Salmo 24), teve como lugar de nascimento a desprezível Belém, numa manjedoura. Nasceu onde quis, não onde seus pais queriam. Eles procuraram a estalagem, Jesus nasceu no estábulo. Ainda hoje é assim. Belém continua densamente ocupada, Jesus continua nascendo em manjedouras. Não há lugar para Jesus nascer porque andamos muito atarefados, nossa estalagem está lotada, nossa agenda não tem espaço para Deus. Eis que estou à porta e bato, se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta... Estamos muito atarefados. Estamos ocupados demais com a manutenção da estampa religiosa, em manter a aparência de piedade que esconde o cangaceiro da fé que realmente somos, em reafirmar sempre a imagem de "santos, santos, santos" (coisa que até o cônjuge gostaria muito de acreditar). Jesus nunca esteve tão certo. É melhor nascer num estábulo. Lá, pelo menos, o cheiro é de estrume fresco. A estalagem fede a alienação, orgulho, falsidade, mentira, agenda oculta, farisaísmo. Há lugar para a religião na estalagem. Não para o filho de Deus nascer.

2 comentários:

Anônimo disse...

perfeito.

Anônimo disse...

onde está escrito na Bíblia que Jesus nasceu numa estrebaria?

Receba mensagens desse blog no seu E-mail