Até susto motiva


Há muito tempo ouvi uma estorinha interessante sobre motivação. Gosto dela como anedota, mas ela possui um elemento inspirador que gostaria de compartilhar com você. Conta-se (já estou esboçando um sorriso) que numa noite fria e muito escura, um homem resolveu cortar caminho por um cemitério. Era quase onze horas da noite. Ele queria chegar cedo em casa e, sem medo, resolveu arriscar. Pulou o muro do cemitério e estava quase saindo dele quando, de repente, caiu numa cova profunda cavada durante o dia pelos coverios. Quase quebrava uma perna, mas conseguiu se levantar. Tentou escalar, mas a o buraco era muito alto. Segurou nos pedaços de raízes das paredes recém cavadas, mas elas não suportavam seu peso. Acabou desistindo. “Vou dormir aqui mesmo, é o jeito. Amanhã de manhã, os funcionários do cemitério me resgatam. Fazer o quê?” Acontece que, quase na mesma hora, outro homem resolveu cortar caminho pelo cemitério. Estava com medo, mas era muito tarde e pretendia chegar o mais rápido possível em casa. Pulou o muro e resolveu correr. Caiu de cara no buraco. “Eita, gota!” Todo arranhado, se levantou e tentou sair da cova. Em vão. O primeiro, ao ver o desespero do segundo homem, disse: “Não adiante tentar sair desse buraco... Eu já tentei muito e não consegui!” Ao ouvir a frase, o segundo homem se arrepiou todo, deu um pulo e num segundo estava fora da cova! Saiu correndo, esbaforido de medo, quase levando um baque na saída do cemitério. Qualquer coisa pode nos motivar. Mas, nada melhor que um bom susto.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail