Fé X ciência



A ciência e a religião vivem às turras faz tempo. Houve excessos de ambos os lados e, ultimamente, os ânimos estão novamente acirrados devido a pesquisa com células tronco embrionárias, com os livros dos escritores ateus vendendo barbaridade e com a escalada do fudamentalismo religioso. Na minha opinião, os evangélicos erram quando subestimam a ciência. Por causa dela, há vacinas que nos imunizam contra doenças que há pouco tempo seriam fatais. O avanço da ciência melhorou nossa qualidade de vida. Graças à ciência pudemos combater a destruição da camada de ozônio ou fazer um transplante de coração ou cuidar de distúrbios psicológicos como transtorno bipolar e depressão. Na minha opinião, os cientistas erram feio quando subestimam o Evangelho. O Evangelho de Jesus Cristo liberta o homem do sentimento de culpa, das neoroses, aumenta a auto-estima e muitas vezes vai além. Desenganados pelos médicos são milagrosamente curados. Conversei com um irmão que passou anos fazendo exames, sentindo dores terríveis, sendo analisados pelos médicos e nada de ficar bom de sua moléstia. Mas, quando seus filhinhos de seis, quatro, cinco anos de idade oraram, ele, que estava em crise aguda, foi instantaneamente curado. Quando os cientistas e os cristãos reconhecerem a importância um do outro e tratarem de pesquisar e crer com mais responsabilidade, essa guerra fraticida deixará ser uma barreira no avanço de ambos os lados envolvidos.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail