Fazei prova de Mim


Em Malaquias 3.10 (clássico texto dízimos e ofertas) o Senhor mesmo declara: Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. O grande problema desse texto é a expressão "fazei prova de mim". "Fazei prova de mim" virou "façam prova de Deus", que virou, nos últimos tempos, "ponham Deus à prova: dê dinheiro na igreja e exijam de Deus prosperidade financeira". Sinceramente, não parece que tem algum equívoco nessa interpretação? Deus estava mandando a gente exigir Dele o resgate, com juros de 1000%, do que ofertamos na igreja? Deus não é tão confiável assim, a ponto de precisar jurar que não vai dar calote em ninguém? "Quero ver mesmo se Deus cumpre seus compromissos!" Patético, senão herético. Lendo o texto em outra versão, a gente entende o real significado da passagem. Preste atenção: Tragam todos os dízimos aos depósitos do templo, para haver ali mantimento suficiente em minha casa. Se vocês fizerem isso, abrirei as janelas do céu e derramarei uma bênção tão grande que não terão lugar onde guardá-la. Experimentem! Deem-me uma oportundade de provar que isso é verdade! Deus, na verdade, está querendo despertar nossa fé. Creiam em Mim, eu abençoarei vocês! Não duvidem do meu amor e do meu poder de abençoá-los. Desprendam-se do amor ao dinheiro e do amor aos bens materiais e confiem em Mim para cuidar muito bem de vocês. Muito diferente de exigir de Deus, não é? O texto trata-se de confiança na soberania de Deus, não de tornar Deus o Gênio da Lâmpada e nós seus Amos!

10 comentários:

Hugo Otávio disse...

Pr. Glória a Deus por tua vida! Realmente eu agora entendo o que Deus tem colocado aos nossos corações. Hoje em dias muitos têm distorcido a palavra e colocado "Deus na parede" através de dízimos e ofertas. No entanto, a soberania de Deus vai muito além e Ele não necessita disso para ser Deus! Cabe a nós, entregarmos com amor o que Dele temos recebido! Obrigado pelo post! Paz!

Carlos Adriano Rosa disse...

A meu ver o que Deus diz é "...fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu...". Existe o SE na teor da frase, ou seja, eu posso até questionar a Deus caso ele não faça cumprir asua promessa. Mas por acaso existe algo impossivel para Deus. Acredito que aqui Deus está reafirmando sua onipotência e soberania diante de seus filhos. É quase como dizer Eu posso fazer o impossível em sua vida se você fizer dela o que lhe é possível ser feito.

Anônimo disse...

POr favor, agradeceria muito mesmo se alguem mais instruido do que eu pudesse me esclarecer o seguinte:

Por que Deus precisa de dizimos e celeiro cheio? ELe usa dinheiro ou come? Não.

Não seria mais coerente ELE nos pedir para lhe dar amor, atenção, dedicação, louvores e adoração?

Se ELE nos pede dinehiro, porque ELE acha que o dinheiro seria uma forma de sacrificio para nós, então ELE aceitaria vacas e bezerros no lugar do dinheiro?

E aqueles que tem muito dinheiro e por isso nao seria scrificio algum dar esse dinheiro, essas pessoas devem dar o que?

Agradeço muito,
Ana Karolina

Pr. Claudio Regis disse...

Ana Karolina, boa tarde e que o Senhor te abençoe. Você tem razão em questionar a precisão de Deus quanto ao dinheiro e à comida. Na verdade Deus não precisa de nenhuma das duas coisas. Todavia, nós precisamos entender o valor da obediência e da confiança no Senhor e em suas palavras à hora e tempo quando se dirige a nós enquanto seu povo. Não obstante, tudo o que temos é por providências de Deus. É Ele quem da respostas a todas as nossas ações (trabalho, buscas ...). Quando o Senhor nos pede que entreguemos os dízimos em sua casa alegando que se falte o mantimento, estava tentando nos mostrar que Ele não tem vontade de ser uma espécie de gênio que atende a todos os pedidos da nossa vaidade, ou até mesmo: necessidades, segundo nossos moldes; ao mesmo tempo que tenta nos mostrar que nossa entrega é uma forma de percebermos o quanto podemos estar escravos do julgamos muito importante em nosso EU ( o dinheiro e outros bens materiais que conquistamos, de certa forma como resultado dos nossos esforços, e ainda que, se confiarmos e atendermos às suas palavras, ele estará pronto para nos abençoar. Isso significar que Ele tem prazer em nos surpreender com o muito mais além do que queremos e ou imaginamos conforme seu poder agindo em nossas vidas.

Rodolfo Papaleo disse...

Ao ler o post, e alguns comentários no fórum, tive a percepção de que essa é uma msg direcionada à igreja. Pois para entendê-la é necessário SER a igreja. Se há dúvidas quanto a entender o que está escrito em Malaquias 3.10, você precisa buscar a reposta em Deus, somente tonando-se íntimo de dEle, você entenderá o valor dessa msg! E posso afirmar a vocês, que ela não está relacionado a valores monetários, o seu significado está relacionado a almas, ao amor, e a fé! E essas são as últimas coisas que pensamos quando lemos esse texto da bíblia. CUMPRIR à vontade de Deus sem questioná-la, só será possível se você conhecer intimamente esse Deus. Coloca-lo a prova é confiar que o meu futuro está seguro, não porque estou devolvendo, mas porque SEI EM QUEM TENHO CRIDO! "Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti”. (Is 26:3)
Procure conhecer mais desse amor ao Pai, é um estágio que você precisará encontra-lo intimamente, e achará as respostas que precisa para entender não só essa mas qualquer msg que Deus inspirou os Seus servos para escreve-las! Deus nos faça entendê-lo mais e mais. TE AMO DEUS! TU É O MEU GRANDE AMIGO, PAI, IRMÃO, SENHOR, E REI...

Marco Antonio Barbosa disse...

Temer ao senhor, temer ao senhor temei ao senhor !
Em outro texto também da Bíblia, temos escrito: o temor do senhor é o princípio da sabedoria.
Quando entrei no Google e procurei: o que quis dizer Deus ao proferir: fazei prova de mim ?

Achei tantas coisas. .
Tantas explicações em hermenêutica, em teologia, em isso e aquilo.
Vi o assunto sendo desviado e parando em outro que nada a ver tinha com a simples pergunta: o que é fazer prova de Deus ?


Depois de ler tantas versões, cansei !

O povo doido !

E acabei concordando com este último comentário do Rodolfo:

Intimidade com Deus !
Tenha intimidade com Deus, a ponto de colocar uma cadeira ali do lado e falar: Deus sente aqui !
Mesmo tu não o vendo, vais saber que ele tá ali.

E estando íntimo dele como um amigo ( porque na bíblia também diz que ele é nosso amigo), perguntar à ele: meu amigo, o que você quis dizer em fazer prova de tu ?

ACHEI A RESPOSTA QUE QUERIA !

Marco, seja íntimo de mim, dependa de mim, confie que posso te sustentar, creia que eu existo, espere o tempo que eu acho certo pra te atender, que tu não vais se arrepender.

Molinho de entender !!! rsrsrs

Valeu gente a ajuda.

Francisca Torres disse...

Amado irmão você deu a resposta serta,ser tivemos intimidade com Deus, não temos dúvidas no oferta e dízima, é gratificante, e de agradecer o que Ele fez na cruz por nós, irmãos não perca seu tempo em criticar pastores e igrejas porque cada um vai presta conta de se mesmo, maravilhoso é amar como Ele amor. Deus abençoai

Theresa Lichter disse...

A paz do senhor para todos. A minha opinião como crente é a seguinte: deveriam dizer aos fiéis que os dízimos e as ofertas são para pagar as contas de água,luz,aluguel entre outras coisas.pois neste mundo nada é de graça. Só a de Deus. Amém

Alexandre Leão Soares Tomás disse...

Gostaria de saber porquê as Igrejas hoje são mais materialistas? Porquê quando um irmão necessitado faz um pedido OS lideres dão muitas voltas, abrem montes de escrituras, mas quando o irmão traz o dizimo é bem recebido?

Alexandre Leão Soares Tomás disse...

Gostaria de saber porquê as Igrejas hoje são mais materialistas? Porquê quando um irmão necessitado faz um pedido OS lideres dão muitas voltas, abrem montes de escrituras, mas quando o irmão traz o dizimo é bem recebido?

Receba mensagens desse blog no seu E-mail