Salvador Dali e a Graça do Salvador


Talvez a melhor pintura sobre a Graça de Deus seja a de Salvador Dali. Tão simples e tão profundo. Observe como a crucificação é vista de cima, do ponto de vista do alto, de Deus. Inédito até então e até hoje, pois vemos a crucificação somente do nosso ponto de vista. Observe como não se vê o mundo, a terra, o planeta, mas a "negra e abissal escuridão" do pecado. Jesus é mais importante que a gente, está acima de nossas contradições e paradoxos, mas pende morto, olhando para a miséria humana, a quem ama com amor eterno. Observe como Jesus está suspenso entre o Céu e a natureza humana, nos remetendo ao "Cordeiro que foi morto antes da fundação do mundo". Por nós sempre, mas sempre acima de nós. Observe a cruz como instrumento de morte e maldição, mas que faz a ponte entre nós e o nosso Deus. Mas, observe bem, não é a cruz que salva é Quem morreu nela, Jesus Cristo, o Salvador. Olhe mais detidamente, sem esoterismo e sem superstição. A pintura de Salvador Dali é mil vezes mais eloqüente que a maioria esmagadora das pregações legalistas de hoje.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail