Não consigo imaginar...



Tento mesmo. Faça real esforço. Uso minha capacidade criativa, mas não consigo. Simplesmente, não consigo imaginar Jesus Cristo dimensionando a fé dos cristãos e atrelando alguma cura ou milagre pela oferta financeira. Não dá. É demais. Não consigo imaginar Jesus Cristo cobrando estratosféricos cachês para pregar ou para cantar em algum evento na palestina. Nunca li nada semelhante nas páginas dos Evangelhos. Não consigo, e olha que tenho me esforçado, imaginar Jesus Cristo repetindo mil vezes uma única frase e chamando isso de oração. Sinceramente, não posso visualizar a cena. Não consigo imaginar Jesus Cristo andando de Cristo-movel, dono de um banco, vivendo nababescamente, o Imperador do Cristianismo. Não dá. Não consigo imaginar Jesus Cristo expulsando um filho ou uma filha de Deus porque usou bigode, tem televisão em casa, usa calça comprida ou gosta de esportes. Não consigo imaginar, nem em delírio, Jesus Cristo pregando a guarda da Lei, o pagar o preço da salvação, se vangloriando de ter recebido um dom que os outros não receberam. Não consigo imaginar Jesus Cristo sendo o "Jesus da religião" - severo, grosso, distante, vingativo e policialisco. Não dá para imaginar o Jesus Pop-Star, que pula carnaval, que é sucesso na vendagem de CD`s, que é feito para o consumo das massas. É demais... Dizemos que somos cristãos, mas acho que passamos dos limites há muito tempo!

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail