Respeite seu pastor


Há cada dia que passa mais raro é a figura do pastor. Não o que cuida de ovelhas, mas o que cuida de gente. A Teologia da Prosperidade acabou com quase todos os bons pregadores. Fez um trabalho idêntico com a figura do pastor de almas. Esse grupo de homens abnegados que pregam pela urgência do chamado e por amor às almas estava sobrevivendo a duras penas ao avanço da Teologia do Legalismo. Defender a igreja do ataque dos fariseus já é difícil, quase impossível. Lutar em duas frentes foi demais. O verdadeiro pastor está quase extinto. Poucos se mantém pregando a Graça, amando vidas, anunciando o Evangelho sem usura. Por isso, imploro: respeite seu pastor. Se ele é um verdadeiro homem de Deus, que não tem escravos espirituais, que não vive estalando o chicote, que não tem casa na praia com o dinheiro das ofertas, por favor, respeite seu pastor. Pastores segundo o coração de Deus são pastores que vivem como Jesus viveu. Na simplicidade, sem ostentação, mas sendo gente boa de Deus que usa seus dons para edificar a igreja, consolar o quebrantado, exortar com amor a ovelha errante. Respeite seu pastor, se ele for pastor. Ame. Cuide dele. Obedeça. Proteja-o. Seja leal. Seja amigo dele. Esses sete mil que não dobraram seus joelhos diante de Baal são os verdadeiros heróis da igreja. Respeite seu pastor.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail