Diga o fraco: eu sou forte!




Eu sou fraco. Em muitos aspectos, sou tão frágil que é um milagre estar vivo. Além do mais, me converti ao Evangelho de Jesus Cristo justamente por causa da minha pequenez. Sinceramente, sei quem eu sou. Lendo a Palavra, há um texto interessante sobre força e fraqueza. Diz: diga o fraco: forte sou! Deus se dirige a gente fraca e diz: diga: sou forte! Repita: eu-sou-for-te! Como um fracote pode dizer “eu sou forte”? Em Deus, de fato, somos fortes. Mais forte que o pecado. Mais forte que a condenação da Lei. Mais forte que as fortalezas de Satanás. Mais forte que a morte. O forte costuma dizer ou, quando o surto pelo menos é menor, pensa que é forte. Mas, diante das adversidades da vida, se quebra como galho seco. Sem Deus, o forte pode clamar: sou fraco. Com o Senhor, vivendo da sua maravilhosa graça, podemos todos afirmar: mesmo fraquíssimos os verdadeiros evangélicos são indestrutíveis. Davi venceu o fortão Golias. Sansão, nos seus momentos de maior dependência de Deus, era indestrutível. Jesus, aos olhos humanos, fraco como uma folha de papel, derrotou o Império Romano, a Religião dos Fariseus, todo o exército das trevas, o próprio diabo e até nocauteou a morte. Olhando para Jesus a gente pode dizer: sou fraco, mas não tem ninguém mais forte que eu.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail