Os 7 "nãos" essenciais a um casamento duradouro


Não brinque com dinheiro. De cada 100 divórcios, 40 são motivados por crise financeira, revelou a mais recente Pesquisa Gallup nos Estados Unidos. Poupe o máximo que puder, invista o máximo que puder e devolva ao Senhor o máximo que puder.
Não arrume um sócio para o seu parceiro. Casamento é sociedade entre dois, um homem e uma mulher. Não deve haver nenhum estranho no ninho.
Não queira exercer o papel do outro no casamento. Cada um tem o seu papel a desempenhar, lembra-se? O papel do homem é diferente do papel da mulher no casamento. O papel da mulher é atrair o marido, o papel do marido é dar prazer a mulher. O papel do marido é ser o sustentáculo do lar (comida, roupa, sexo, amor e fé), o papel da mulher é ser a auxiliadora do sustentáculo.
Não briguem por causa de diferenças genéticas. Homem pensa diferente, é diferente e age diferente da mulher porque é... homem! As mulheres são mais sensíveis e falantes que os homens. Os homens são taciturnos e precipitados que as mulheres. Não se briga por causa de DNA, se celebram as diferenças. Senão, era para mulher casar com mulher e homem casar com homem! Deus nos livre!
Não se reprimam quando o assunto for sexo. Sexo é bom demais! Repita comigo: sexo é bom demais! Agora, só os fariseus: sexo é bom demais! No casamento, faça amor com paixão e urgência, aproveitando cada experiência como única - como se o mundo fosse acabar amanhã! Observação: não tem hora “certa” para fazer sexo. Nenhuma hora é errada. Pode ser de madrugada, meio-dia, quatro da tarde, nove da noite, meia-noite e meia...
Não fale, nunca mais, a palavra divórcio. Casais imaturos amam repetir o conceito de separação quando discutem até os assuntos mais banais. Casais felizes enfrentam os problemas com objetividade. Nada de usar assuntos estranhos para pedir a separação.
Não torne a vida de seu parceiro um inferno. Não use o casamento como instrumento de tortura para seu cônjuge. Ninguém conhece mais o que irrita o marido que a esposa, ninguém sabe mais sobre as fraquezas da esposa que o marido. Cuidado para não viver provocando um ao outro, irritando um ao outro, devorando um ao outro.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail