Você pode ser rico e não sabe


Um dos melhores filmes que assisti sobre a busca da felicidade é Cidadão Kane (páre tudo e vá locar o filme, vá, vá...). O diretor Olson Welles ensina que a felicidade não custa caro, na verdade, não custa nada. Além de mostrar que dinheiro compra tudo, menos o que realmente importa. Me lembro desse filme quando vejo as pessoas se matando em busca de riqueza. Isso porque tem gente que é rico e não sabe. Já temos tudo, mas pensamos que afortunado é quem tem dinheiro. Na verdade, conheço muita gente que tem dinheiro que é mais pobre que o mais miserável que você conhece. Sei de gente classificada como pobre que é afortunada. Talvez você seja rico e não saiba. Para mim, é rico quem tem amigos, quem tem uma ocupação, quem tem sonhos, quem ama e é amado, quem tem faz o bem, quem logo se levanta quando cai (ou se deixa levantar pelo Senhor!), quem não dá guarida a sentimentos negativos, quem a oportunidade de dizer ao Senhor que O ama, quem sabe que é perdoado e vive perdoado, quem sorri, ri e gargalha sem pudor, quem cumpre seus votos, quem tem certeza da Vida após a vida, quem sabe que é amado pelo Senhor, quem serve ao Senhor na beleza do Seu Evangelho, quem come das demais árvores do Jardim– exceto da árvore proibida. Você é rico e não sabe se faz parte de uma igreja saudável, cristã, sem legalismo nem formalismo. É rico se não foi picado pela soberba, pelo exibicionismo, pela idolatria. Sendo assim, sendo pobre é rico. Não sendo assim, até se for bilionário não passa de um ser desprezível.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail