Qual a origem do mal?


O mal tem muitas faces, mas somente uma origem. O mal tem até a face do “bem”, do “sagrado”, de “deus”. Mas, se originou no Éden, quando Adão e Eva capitularam diante da proposta do diabo de que eles conheceriam o bem e o mal, se e quando desobedecessem ao Senhor. Todo mal se origina da presunção humana de querer ser dono do bem e do mal. Bastava a pureza para fazer a humanidade feliz. É a pureza que nos torna seres gratos, ternos e misericordiosos. Nossos pais preferiram a soberba de conhecer... e conheceram, no próprio lar deles, o assassinato de um irmão pelo próprio irmão! E conheceram, vida a fora, a dor do parto e os espinhos da vida, entre outros sofrimentos terríveis. Hoje, assistimos filhos sendo arremessados para a morte, casal de namorados matando os pais, a ditadura da beleza eterna, a malandragem da corrupção, os muros que erigimos em nossa volta, a ganância dos religiosos, os choques de personalidades, a guerra, a fome, a miséria... A filosofia, a ciência e a psicologia certamente tem sua visão sobre a origem da maldade. Ninguém, entretanto, pode negar a realidade do Mal. Ele existe e a gente sofre suas conseqüências todos os dias e de muitas formas. Viver é experimentar as mais variadas formas de maldade, contra a gente, saindo da gente e na gente. O mal surgiu quando decidimos desobedecer ao Senhor no desejo de conhecer o bem e mal, o que nos fez experimentar realmente como é mal o Mal.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail