Declaração dos direitos dos pastores




Segundo a Palavra de Deus, são direitos inalienáveis dos pastores:


Direito a ser ouvido com respeito.

Direito a não se tornar refém da “igreja”.

Direito a salário justo, de acordo com o porte do ministério – mas, sem exorbitâncias.

Direito a ser obedecido.

Direito a ser amado.

Direito a não ser submetido a maus-tratos pelos membros do ministério. Direito a ser assistido pela igreja quando adoecer.

Direito a ter sua família respeitada pelos demais membros do ministério. Direito a ser perdoado quando se arrepender de um pecado cometido. Direito a férias.

Direito a privacidade.

Direito a total liberdade na pregação do Evangelho de Jesus Cristo. Direito à sua humanidade. Ele é feito do mesmo material que as demais pessoas. Deve ser aceito do mesmo modo que aceita as ovelhas.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail