Voltando para casa


Ouvi, num rádio na web, uma música que me enterneceu pela beleza da melodia e pela qualidade da letra. Fala de um marido voltando para casa, arrependido por ter abandonado sua esposa. O outro amor se revelou a pior decisão de sua vida. A música se chama "Querida", foi interpretada por Moacyr Franco na década de 1970, e sua letra você poderá ler a seguir. Vale como aviso e alerta para quem está flertando com a ilusão. Boa leitura.

Corro tanto pra chegar
Então eu paro sem saber
Se devo entrar
Quando parti eu não pensei
Que um dia voltaria
E voltei
Tudo estava bem
Ela e eu e tudo o que sonhei,
Que louco fui
Dizendo adeus e partindo
Para o mundo conquistar,
Nem eu sei pra quê.Eu recordo seu olhar
Tão cansado de chorar
Por quem partiu
E num aceno derradeiro
Quando a tarde ia morrer
Eu disse adeus
Em outro céu eu procurei
A mesma estrela que brilhou
Só para mim
E muito longe não achei
Essa luz que guiava
O meu viver.
Querida hoje volto
Cansei de sofrer
Perdoa se um dia
Tentei te esquecer
Faz tanto tempo que nem sei
O que restou do que levei
No coração
Por mil caminhos eu perdi:
Orgulho, paz e percebi
Que nada sou
O tempo passa sem cessar
E faz a vida transformar
Em tristeza em solidão
A primavera já passou,
Outono veio me envolver
E eu sei porquê
Querida hoje volto,
Cansei de sofrer
Perdoa se um dia
Tentei te esquecer.
Mas de repente eu vejo abrir
Uma janela e a sorrir,
Te vejo amor
Teu nome tento murmurar
E o pranto doce a deslizar,
Me faz calar
Tuas mãos que eu beijei
Estão cheias de perdão
Só para mim
Se trago dor e solidão
Em teu amor hei de encontrar
(O quê?) o que perdi
Querida eu volto
Por favor esqueça
Tudo, tudo, tudo o que passou.
Perdão, amor!
A primavera já passou,
Outono frio veio me envolveu
E eu sei lá porque...

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail