Quando Deus não faz sentido



Mais vezes do que estamos prontos a admitir, Deus não faz sentido. Para o homem natural a soberania de Deus não tem lógica. Não compreendemos como Deus pode amar um pecador, como o Senhor vocaciona gente sem cultura, como Ele permite que crianças morram de câncer (e um pedófila tenha vida longa, então?!), como Deus escancara a porta do céu apenas pela graça - sem nenhuma contrapartida humana ( a não ser a simples fé) – sem mérito, sem barganha moralista, sem troco. Incrível como Deus usa um crente que “caiu” e o crente “de pé” não produz nenhum fruto bom. Mas, até para nós cristãos, muitas atitudes de Deus não fazem sentido. Como gente grossa feito papel de embrulhar prego, prospera, e gente humilde e grata vive uma vida de tremendas privações? A solução desse conflito talvez esteja na palavra “lógica” aplicada a “Deus”. Lógica é palavra que cai bem nas ações humanas (e olhe lá, pois somos ilógicos crônicos). A graça de Deus, o amor de Deus, o agir de Deus não pode ser “apreendido” pelo intelecto e pelo raciocínio humano. Senão, Deus seria menos que Deus! Deus está além e aquém de nossas lógicas e conceitos. Na eternidade, entenderemos os caminhos de Deus entre os homens. Hoje, Deus realmente não faz sentido. Meu coração salta de prazer por isso.

Um comentário:

Hugo Otávio disse...

É verdade... É incrível como muitos querem entender "pela lógica" humana o agir do Senhor. Só vivendo pela Graça pode-se compreender o Seu amor e Sua fidelidade para aqueles que o buscam em espírito e em verdade.

Receba mensagens desse blog no seu E-mail