Lembranças que promovem o bem do ser


1. Nunca esqueça de onde você veio (2 Samuel 7.8,9). Essa lembrança promove, pelo menos, o sentimento de gratidão. Essencialmente o ingrato não é aquele que “não sabe dizer obrigado”, mas aquele que esqueceu o bem promovido a seu favor. Gratidão é necessariamente lembrança viva, não semântica morta.

2. Nunca esqueça do motivo de seu fracasso espiritual (Apocalipse 2.5). Fazer besteira é inevitável. Se dissermos que não temos pecado, fazemos Deus mentiroso e sua verdade não está em nós. O que devemos evitar é não aprender com o erro. Lembrar de onde caímos nos faz mais prudentes e vigilantes.

3. Nunca esqueça do poder de sedução do mal (Lucas 17.32) O mal tem o poder fenomenal de atrair para depois destruir. Olhar para trás nada mais é do que ter saudades do prazer gerado pela iniqüidade humana.

4. Nunca esqueça de que antes era muito pior (Deuteronômio 24.18). Egito tomou o significado, para nós cristãos, da antiga vida dirigida pelo diabo. Antes de ouvir e crer no Evangelho de Jesus Cristo nossa vida era a não-vida. Sem liberdade, sem sossego, sem paz, sem esperança. Portanto, o pior de hoje ainda é melhor que o melhor de antes.

5. Nunca esqueça de reservar tempo para se dedicar ao Senhor (Êxodo 20.8-11). A gente tem tempo para tudo, inclusive falta tempo para a gente mesmo. Seja como for, jamais exclua o Senhor de sua agenda. Longe da “diolatria”, tenha um tempo de descansar no colo do Pai.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail