10 razões porque não sou obcecado pelo sábado


1. Aprendi que o sábado é um valor do povo judeu. Sou gentio: brasileiro, nordestino. Guardarão, pois, o sábado os filhos de Israel, celebrando-o nas suas gerações por aliança perpétua. A Bíblia não confunde a nação de Israel e com a Igreja (Ex 31.12-17, Ez 20.10-12).
2. Aprendi a viver pela Graça, não pela Lei. Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz. E: O fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê. Ou: mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da Lei”(Hb 7.12).

3. Aprendi que Jesus Cristo ressuscitou num domingo. Posso perfeitamente me reunir com outros irmãos nesse dia também. E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios. Ler At 20.7, 1Co 16.2 e Ap 1.10.

4. Aprendi que sou salvo pela fé em Cristo Jesus, não por guarda de dogmas religiosos. Estou debaixo da graça, não da lei. Guardais dias, e meses, e tempos, e anos. Receio de vós, que não haja trabalhado em vão para convosco. E: Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído.

5. Aprendi que não é correto condenar irmãos por adorar a Deus em outro dia, que não o sábado.Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar. Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em sua própria mente. E:Ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo.

6. Aprendi que Jesus Cristo “quebrou” o sábado várias vezes, denunciando a “sabadolatria" reinante em seu tempo. E aconteceu que, passando ele num sábado pelas searas, os seus discípulos, caminhando, começaram a colher espigas. E os fariseus lhe disseram: Vês? Por que fazem no sábado o que não é lícito?E disse-lhes: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Assim o Filho do homem até do sábado é Senhor.

7. Aprendi que quem quer se justificar pela observância das obras da lei não é cristão, é legalista. “Todos quantos são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque escrito está: Maldito todo aquele que não permanece em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las (Gl 3.10). Guardais dias(no caso o Sábado), e meses, e tempos, e anos. Temo a vosso respeito não haja eu trabalhado em vão entre vós (Gl 4.10-11). Concluímos pois que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei (Rm 3.28).

8. Aprendi que Jesus Cristo cumpriu a lei por mim, o que é impossível para qualquer cristão fazer por si mesmo. Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo de lei, para resgatar os que estavam debaixo de lei, a fim de recebermos a adoção de filhos (Gl 4.4-5).

9. Aprendi que a lei do amor é superior a lei do sábado. Os policiais e os médicos cristãos trabalham no sábado , no domingo, e adoram e servem a Deus em outros dias da semana. Não é o dia que nos santifica, é a gente que santifica o dia para o Senhor. E, tomando a palavra o príncipe da sinagoga, indignado porque Jesus curava no sábado, disse à multidão: Seis dias há em que é mister trabalhar; nestes, pois, vinde para serdes curados, e não no dia de sábado. Respondeu-lhe, porém, o Senhor, e disse: Hipócrita, no sábado não desprende da manjedoura cada um de vós o seu boi, ou jumento, e não o leva a beber? E não convinha soltar desta prisão, no dia de sábado, esta filha de Abraão, a qual há dezoito anos Satanás tinha presa?


10. Aprendi que, se o dia do Sabbath tivesse que ser guardado, teríamos que guardar todas as outras leis cerimoniais: o ano sabático (Lv 25.1-6), o ano do jubileu, as luas novas, a páscoa, todas as festas e sacrifícios judaicos, a circuncisão - até sugerirmos, ao menos em nossos estatutos, a pena de morte do Velho Testamento! Ou guardamos todas as leis cerimoniais ou não guardamos nenhuma. Eu guardo nenhuma.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail