O mundo gospel


O Pastor Ricardo Gondim desancou o "mundo gospel" num artigo que rodou o mundo pela internet. O artigo é um sôco no estômago dos crentes serpentina - mas texto indispensável para quem pensa o Evangelho, para quem há tempos vem decepcionado com a força do "mercado religioso" -evangélico de criar artistas "cristãos" para consumo das massas. Mulher, põe o dvd do pastor-tal. Não vou pro culto hoje! Põe o dvd da cantora-tal. É muito bom. Amanhã a gente assiste o culto-tal na televisão. Já mandou o dinheiro que o pregador internacional pediu para não sermos amaldiçoados? Fico imaginando Jesus cobrando cachê de 7 mil reais para pregar ou um cantor perguntando a um irmão da Macedônia se quer que ele cante em playback, 9 mil reais, ou com banda, acrescente 2 mil. Hoje tem Bíblia para todos os gostos. Mas, não sai por menos de 80 reais: A Bíblia do rico, A Bíblia do que quer ficar rico, A Bíblia do "tá amarrado", a Bíblia do Astronauta (enquanto isso, 90% dos cristãos nunca nem leram a Bíblia toda, imagine viver a Graça como ela é). Os pregadores televisivos são um vexame à parte. Pregam somente xarope, a basicalidade da experiência cristã, mas intimidam com maldições (um chamou de otário quem não semeia dinheiro no programa dele!) quem não deposita uma "oferta de fé". Tô correndo do "mundo gospel!", enquanto vejo gente "imitando" o que há de pior nele. Sem usura nem estrelismo, recordemos as palavras do pregador da Galiléia: porventura encontrarei fé na terra?

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail