Sobre Carnaval


Entrevistado recentemente sobre o carnaval, o repórter perguntou: Pastor, como a Igreja Maranata - Ministério Surubim vê o carnaval? Carnaval é visto pela maioria da sociedade como uma festa da alegria e do prazer. A maioria dos administradores públicos veêm o carnaval como fonte de renda, através do turismo - que possibilita a abertura de empregos temporários e põe o nome da cidade em evidência. Olhando por este ângulo, carnaval só pode ser bom, afirmam. O cristianismo enxerga as raízes e os bastidores da festa. Parece-nos que ela tem origem pagã e sua natureza sempre foi carnal mesmo, desde os tempos mais remotos. Mas, o pior acontece nos bastidores. Durante os 4 dias de folia, alegria, irreverência e "liberou geral", muitas esposas vivem o inferno com seus maridos embriagados, muitos maridos sofrem com os flertes que suas esposas recebem. Pais ficam com o coração na mão aguardando a volta de filhos que viram as noites na gandaia - na maioria das vezes com gente estranha lhe servindo de companhia. Isso, sem falar naquelas que são estupradas, seviciadas e naqueles que são assassinados. Quando a carne manda, prevalecem a violência, a inveja, o egoísmo. Quer ser feliz o ano todo, apesar de toda oposição, tribulação e adversidades da vida? Quer experimentar o real prazer de viver, não apenas por quatro dias do ano? Na presença do Senhor há abundância de alegria. Alegria verdadeira e saudável, só em Cristo!

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail