Como tratar um irmão que esfriou na fé?



Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia. Quando Paulo fez esta admoestação, este alerta, esta revelação, com certeza estava se referindo a pecados que podem nos prostrar e a situações que podem nos fazer tropeçar. O estarrecedor é que qualquer um pode experimentar momentos de prostração. Senão, seja os casos de Elias na caverna, Davi com Bateseba, Pedro ao redor da fogueira sob a trilha sonora do galo que canta. Aliás, quem mais cuida estar em pé por si mesmo corre maior risco de se acordar do davaneio estatelado no chão. Como ajudar um irmão que esfriou na fé - qualquer que seja o motivo? 1. Seja misericordioso. Não trate o irmão com desdém, com superioridade ou tirando proveito de sua queda. 2. Creia na possibilidade de superação. Sete vezes cairá o justo, e se levantará. 3. Faça uma visita cheio de abundante graça. Cuidado para não ser amigo de Jó, dono da verdade ou conhecedor do profundo e do escondido. Faça-o saber o quando Deus o ama e o quando você está disposto a "lavar seus pés". Só isso. 4. Ore. Seja fervoroso em oração por ele, pois a gente sabe que quem levanta o crente caído é Deus, quem aquece o coração congelado é o Senhor. 5. Trate-o como irmão. Frio ou quente ele é teu irmão, assim como o filho pródigo continou filho mesmo quando estava longe, desperdiçando com ímpios a riqueza do Pai.

Um comentário:

Allyne Evellyn disse...

Pastor Geraldo seu site é uma benção!
Esse tema foi debatido no encontro com os jovens nas quintas-firas a noite.
Bem, apartir de amanha terei aula da faculdade pela noite logo não poderei estar nesses estudos mas gostaria de lhe pedir que continue postando o resumo de tudo que for debatido lá ok?!
E parabéns pelas escolhas dos temas pois são uma benção grandiosa!

Receba mensagens desse blog no seu E-mail