Sendo hostilizado por querer o bem


É mito difícil admitir que estamos errados e que precisamos de conserto. Só que um dos trabalhos do pastor é justamente servir de espelho. Ao querer o bem da Igreja, o pastor precisa dizer verdades, apontar equívocos, tentar abrir os olhos de quem está cego pelo engano do pecado. Tudo deve ser coma máxima discrição e com o máximo de amor. Pastor não deve ter nojo de pecadores. A gente existe por causa do amor de Deus por eles. Mas, mesmo escolhendo as melhores palavras do dicionário, geralmente isso pode dar errado. Fazer o bem pode levar o conselheiro a receber o mal. Você já teve a experiência de ser hostilizado depois de tentar fazer algum bem? Talvez, seu erro tenha sido não usar as palavras certas, ou usá-las num momento errado, ou dizê-las sem nenhum pingo de misericórdia. Talvez. Nesse caso, páre de dar conselhos. Você simplesmente não tem o dom. Mas, talvez você tenha feito tudo certo, mas tudo deu errado assim mesmo. Tentou ajudar e aha que pisou na bola? Tentou ser canal de bênção e não foi ouvido, ou pior, está sendo hostilizado? Aprenda uma lição: cuide da sua vida! Seja mais sensível a seus próprios erros e deixe o outro (ou a a outra) pra lá. Ele ou ela não quiz a bênção? O problema não é seu. Você só tentou fazer parte da solução.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail