A SÍNDROME DE LÚCIFER


A expressão Síndrome de Lúcifer foi cunhada pelo Reverendo Caio Fábio, na década de 1990. Remete ao que aconteceu no coração de Lúcifer, o querubim ungido, na eternidade. Ele foi um anjo de luz, criado para servir ao Senhor. Mas, em algum momento de seu ministério angelical, seu coração se encheu de desejo de ser adorado. Não suportando mais adorar nem ver os demais anjos adorando "somente ao Senhor" resolveu ele próprio também ser reverenciado, elogiado, adorado. Como não existe malignidade estéril, ele convenceu 33% dos anjos de que era melhor que Deus, merecendo pelo menos o mesmo reconhecimento. Foi lançado por terra, ele e os anjos por ele iludidos. Agora, nós conhecemos eles como Satanás e seus demônios. A síndrome de Lúcifer é o desejo de ser reconhecido, adorado, paparicado, endeusado, glorificado. Hoje, a maioria dos artistas querem "seu espaço", desejam conquistar muitos fãs, pretendem ser famosos (15 minutos é muito pouco!). O BBB nada mais é que a síndrome de Lúcifer atingindo gente medíocre e capaz de tudo para "brilhar", nem que seja um pouquinho. Eu nunca vi cantores e músicos "gospel" brigando para cantar em culto de oração, nem para evangelizar no presídio, nem para cantar para um doente em estado terminal (quão reconfortante seria ouvir um hino evangélico antes de morrer...). Mas, a doença de Lúcifer não deixa. Para essa gente, "convém que eu cresça e que Cristo diminua!". Pior que os demônios que habitam na zona só mesmo aqueles que habitam nos "ungidos!" que tem performances nada cristãs: ser elogiado, adulado, exaltado, paparicado, aplaudido. Usar Deus para ser deus é pior que rodar a bolsinha numa esquina de duas horas da manhã. Haverá menos rigor para Sodoma e Gomorra que para os "levitas" inchados de hoje. A síndrome de Lúcifer foi responsável pela maior tragédia no Céu. O que faz você pensar que a síndrome dos líderes cristãos da atualidade terá conseqüências menos dramáticas?

Um comentário:

Sérgio disse...

Concordo prenamente com o Pr. Magela, principalmente dos cantores evangélicos;pois os seus contratos p/são milionários. Jesus falou para seus discípulos recebei de graça daí de graça, mas a ganancia do bolso é maior do que servi a Deus. Paulo Sérgio

Receba mensagens desse blog no seu E-mail