Discernindo profecia de "profetada"


Existe profecia e "profetada". As duas inicialmente se parecem tanto que a maioria das pessoas acaba confusa. Jesus mesmo alertou sobre falsos profetas, falsas canais da Graça de Deus. Nos tempos do fim surgiriam falsos cristos e falsos profetas, fazendo "milagres", "sinais" e "prodigios" que se possível fosse enganariam até os escolhidos. A pergunta que não quer calar é: como discernir o verdadeiro do falso? Como agradecer a Deus por uma profecia verdadeira e repreender o "profeta" por uma palavra ditata pela mente carnal religiosa de nossa geração? Primeiro, analise a vida e a obra dos verdadeiros profetas do Senhor na Bíblia. Veja como vivia, entregava a profecia e morria os verdadeiros mensageiros de Deus. Havia profetas que entregavam uma mensagem uma vez na vida e... sumiam! A maioria sofreu horrores nas mãos dos governantes de sua época. Agora, segue dicas interessantes para desmascarar os falsos tagarelas dos verdadeiros canais da revelação divina: 1) preste atenção na motivação do profeta em questão. Ele quer que você mude de igreja, imigrando para a igreja dele? Ele quer que você se case com ele? Ele quer comprar seu apartamento? Quem tem interesse em algo seu pode dar profetada apenas para amolecer seu coração e fazr sua cabeça. 2) preste atenção no caráter do profeta. O vaso é iracundo, contencioso, avarento, desobediente, soberbo? Cuidado com as profecias que vem da boca de lobos. 3) preste atenção na profecia. Ela veio carregada com amor, graça e cura ou cheia de ameaças, farisaísmo e opressão? OU ela foi dita para atrair atenção para o... profeta!? Veja como ele é espetacular na entrega da mensagem! A verdadeira profecia edifica, consola e exorta. A que vem humilhando, maltratando, ofendendo pode ser fruto da mente carnal e doente do profeta. 3. preste atenção se a profecia é cheia de Graça ou fede a farisaísmo. Um exemplo de falsa profecia, onde você ouvir repreenda na hora: "eis que te mando vestir saias, minha filha! Eis que vou eu te punir se andares de novo feito uma jesabeu!" Outro: "Estou aborrecido contigo, meu filho, pois não te salvei para tomares banho de piscina. Arrepende-te, senão breve virei sobre ti como a força de muitas águas!". No mais, desconfie de quem toda vez que abre a boca, profetiza. O dom de profecias não nos transforma em metralhadoras das revelaçções de Deus. Pedro disse a Jesus: "Tu és o filho de Deus". Jesus o parabenizou, Pedro fora usado por Deus! Infelizmente, logo em seguida Pedro resolveu vaticinar de novo: "De maneira nenhuma morrerás!" Jesus disse: "para trás de mim, Satanás!". É isso mesmo: quando o profeta se ensoberbece, acaba proferindo muito mais profetadas que profecias. Desconfie sempre de gente "santa demais". O vaso pode estar escondendo uma doença psicológica, um grande pecado do passado que não foi resolvido na Cruz ou um interesse profundo em seduzir.

Um comentário:

Hugo Otávio disse...

Pastor, agradeço demais pelo texto postado! Realmente é uma lástima perceber o quanto as verdadeiras profecias têm se extinguido do meu do seu povo. Em sua grande maioria são "profetadas", muitas vezes expressando a vontade do "profeta" e não da parte do Senhor! Precisamos ficar atentantos para não cair na armadilha do inimigo e não termos surpresas desagradáveis depois por não esperar no Senhor e ir logo de encontro à "profetada". Que Deus coloque em nossos corações e ouvidos a capacidade de discernimento que lapidaremos por meio da Sua preciosa palavra, ao meditarmos e buscarmos entendê-la à luz da Graça e amor de Deus para conosco. Assim, estaremos protegidos de toda e qualquer sorte de persuasão por parte de muitos que se dizem falar "o que Deus mandou dizer". Mais uma vez agradeço! Paz do Senhor! Forte abraço!

Receba mensagens desse blog no seu E-mail