Obrigado, Senhor, também pelo ruim


“Em tudo daí graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco”, escreveu o apóstolo Paulo. Já que é a vontade de Deus que a gente seja grato por tudo, até pelos eventos negativos de nossas vidas, então me acompanhe na minha forma de gratidão, que pode ser a sua também. Obrigado Senhor, por ter sido rejeitado. Jesus foi rejeitado, preterido por Barrabás. José do Egito foi rejeitado pelos irmãos. Eu também já fui rejeitado. Preterido até por um mercenário. Mas, graças a Deus, pela rejeição. Sem ela, eu estaria patinando em minha, adorando religião ao invés de adorar o Deus dos deuses e Senhor dos senhores. Graças a Deus pelos meus fracassos. Eles me ajudaram a rever rotas e a não confiar demais em mim mesmo. Graças a Deus pelas vilanias de meus inimigos. Sem eles, eu não teria aprofundando minha fé e confiança no Deus que nos livra do laço do passarinheiro. Dou graças a Deus por ser feio. Pelo menos, tenho certeza, lindo não sou. Resolvi priorizar a leitura e a contemplação da beleza interior das pessoas. O essencial, de fato, é invisível aos olhos. Graças a Deus pelos dias de tristeza e por ter vivido um período, embora pequeno, de depressão. Nesse tempo ruim, redescobri o que realmente importa e como a vida é uma dádiva maravilhosa de Deus. Aprendi a me emocionar com os pequenos detalhes da vida – um banho de chuva, a visão de um “tiziu” saltando e cantando num galho de árvore, depois de uma chuva bem forte. Além disso, o período de trevas me tornou mais humano e mais sensível, tal como o Mestre da Galileia foi. Dou graças a Deus pelas coisas ruins que já aconteceram comigo. Sabia que sou 110% crente em Jesus Cristo por causa de um tempo terrível que vivi na adolescência? Eu cheguei até aqui por causa das coisas ruins – e não das boas somente – que me aconteceram. Jó pergunta e ficamos ruborizados: “...temos recebido o bem de Deus e não receberíamos também o mal?” Como vai você, meu irmão ou minha irmã? Tá doendo? Tá difícil? Tá quase impossível suportar? Então, experimente dar graças. Isso mesmo! Paulo e Silas davam graças a Deus no cárcere interior quando... o cárcere foi pelos ares.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail