Como não virar porco


Uma das parábolas mais conhecidas de Jesus Cristo é a parábolo do Filho Pródigo. Nela, um filho abandona a casa do Pai em busca de seu conceito de felicidade. No começo, tudo muito bom e tudo muito bem. Bebidas alcoólicas, mulheres, prazer, alegria... Um vidão. Mas, a ressaca sempre vem. A fatura sempre é expedida. Primeiro, acabou os recursos. Depois, se foram os amigos. Por, fim as circunstâncias o levaram a um subemprego, vergonhoso para um israelita: cuidar de uma pocilga. Mas, ainda não era o fundo do poço. Pior foi ter que desejar comida de porco para saciar sua fome. Atolado no chiqueiro, ele caiu em si, arrependido. Voltou para casa e foi graciosamente recebido pelo Pai. Não quero falar da volta dele. Mas, de como evitar a saída da casa do Pai e acabar numa porcaria de vida. Preste atenção para que você não acabe num chiqueiro, como ele. Para não virar porco, 1) cuidado com o prazer que o diabo e o pecado oferecem. 2) não exija de Deus herança antecipada, fora de hora. 3) creia: servir na Casa do Pai é melhor reinar no reino do Diabo. 4) verdadeiro amor a gente encontra no Pai, não no pecado. 5) dinheiro compra companhia, não verdadeiros amigos. 6) creia: Deus parece que nos trata mal, mas ninguém trata gente melhor que o meu Pai. 7) Jamais troque a segurança, o amor e a proteção do Pai por uma aventura, qualquer que seja, longe Dele.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail