Dia de deixar as mãos sujas


Você sabia que existe o Dia Internacional de Lavar as Mãos? A intenção é chamar a atenção da população para a importância da higiene simples, mas eficiente de lavar as mãos com regularidade e da maneira correta. Lave as mãos, meu irmão, minha irmã. Com sabão. Enxugue-as, de preferência, com papel toalha. Tá dado o recado. Mas, o quero mesmo compartilhar é sobre o lavar as mãos de Pilatos e de todos nós, ao ficar em cima do muro em assuntos que exigem de um homem ou uma mulher de Deus uma atitude, uma opinião, tomar partido. Em tempo de politicamente correto, lavar as mãos é a melhor decisão para não ferir os sentimentos de ninguém e ser admirado por todos. Pilatos lavou as mãos e pensava que estava agradando a gregos e troianos, ou melhor, a membros do Sinédrio e aos discípulos do Nazareno. Burrice. Acabou ficando ao lado dos inimigos de Deus. Tem muitos crentes lavando as mãos quando o assunto é idolatria, aborto, Islamismo, política, democracia, casamento de pessoas do mesmo sexo, verdadeiro cristianismo, mercado gospel, legalismo... Evitamos temas polêmicos. Pretendemos ficar de bem com todos. O Evangelho que perca. Jesus que core, vendo a igreja lavando as mãos. Pulemos em cima do muro. Eu, não. Prefiro ficar de mãos sujas, mas ao lado da verdade do Evangelho. Meu conselho aos pregadores: fale a Palavra, em amor. Mas, por favor, pregue a verdade. Meu conselho aos colegas pastores, ensine todo o Evangelho. Não esconda que crente também sofre, adoece e morre. Meu conselho aos meus irmãos em Cristo: Dê a resposta cristã para os problemas e demandas da vida. Seja amoroso quando falar, mas fale a verdade. Quando a resposta é branda e verdadeira, nossa palavra será ouvida e respeitada. Só não faça a vontade do diabo, lavando as mãos.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail