O perigo de ir se afastando do Evangelho


Ninguém se desvia do Caminho de supetão, de uma hora para outra. As pessoas se afastam de Jesus Cristo aos poucos, de maneira quase imperceptível, mas inexoravelmente. Tudo pode começar com uma provável promessa de Deus não cumprida, que gera mágoa. Ou, o começo do fim se dá quando elas passam por uma grande adversidade. Ou, a semelhança da mulher de Ló, quando dá saudade de Sodoma. O fato é que os seguidores de Jesus se desviam. O filho pródigo se distanciou de seu pai. Judas chegou a trair Jesus. Pedro negou conhecer o Mestre. Felizmente, se arrependeu. Davi claudicou. Saul abandonou o Senhor destrambelhadamente. De Sansão, estou engastado até de falar. O maior problema para quem se desvia nunca é o mau testemunho que respinga na Igreja. De jeito nenhum! O problema é o alto preço que se paga, aliás, que Satanás cobra e exige. Olhe ao seu redor e veja a vida de quem se afastou do verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo. Como estão sofrendo! Misericórdia. Nenhum desviado é feliz. Nenhum. “Para quem iremos nós? Só tu tens as palavras de vida eterna!”, disse Pedro, resistindo ao apelo de abandonar o Caminho. Quando ouvir que um irmão, antes firme na Rocha, se desviou, não se apoquente com o mau testemunho. Isso é negócio de religioso. Peça misericórdia para ele ou para ela! O dia de querer comer lavagem de porco está se aproximando.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail