Decisões tomadas tarde demais


Quando a gente toma uma boa decisão, no tempo certo, mesmo que nos custe caro ou que nos faça sofrer muito na ocasião, depois produz alegria, prazer e conforto. Uma decisão certa, tomada na hora certa, é um dos segredos de uma vida realizada e feliz. Desafio qualquer um a me contradizer. Entretanto, o que a maioria das pessoas estão fazendo é não tomar decisões erradas ou tomar decisões certas tarde demais. Não sei qual é o pior. Por exemplo, conheço pessoas que deixaram de fumar... quando o câncer se instalou. Outros partiram para uma dieta rígida... quando o médico disse que estão gordos demais. Uns resolvem estudar muito. Mas, somente depois dos 30 anos, quando o sub-emprego se apresenta como um terrível monstro. Mas, nada pode ser melancólico que uma decisão tarde demais na área espiritual. A Bíblia está cheia de gente que encontrou o remorso... tarde demais. Tarde demais Sansão percebeu que brincar com rabo-de-saia não é brincadeira. Tarde demais o rico da parábola resolveu se converter. Depois da morte, saduceu? Tarde demais. Também foi tarde demais para Saul. Quando ele quis argumentar com Samuel, já tinha se rebelado contra o Deus do Samuel. Esaú buscou lugar de arrependimento tarde demais. Abençoada-me também, meu Pai! Embora buscando com lágrimas, era tarde demais. Tem “assim de gente” (estou mexendo meus dedos) tomando decisões tarde demais. Filhos que decidem amar os pais... tarde demais. Marido que decide amar a esposa... tarde demais. Gente que resolve buscar a Deus... tarde demais. Quer um conselho? Não deixe para fazer amanhã nada que seja bom, puro e justo. Como diz o hino: Amanhã pode ser muito tarde. Hoje Cristo te quer libertar.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail