Pisando na goela de quem está caído


Saber ganhar é tão difícil quanto saber perder. Um dia eu escrevo sobre saber perder. Hoje quero tecer comentários sobre saber ganhar. Infelizmente, o sucesso de muita gente é o começo de seu fracasso. Por não saber lidar com o vencido, o vencedor se torna arrogante, pretensioso e cruel. Conheço quem obteve incontestável vitória sobre seu “opositor” e, ao ver o derrotado na lona, estende a mão. Para ele, opositor precisa estar de pé. Derrotado, mas digno. O candidato americano derrotado nas últimas eleições disse: “eu fui seu opositor, agora ele é meu presidente”. Esse sabe perder. A resposta do Barack foi também muito elegante. “Eu quero ser também o presidente dele”. Barack soube ganhar. Cresceu quando não tripudiou, perseguiu e humilhou o seu opositor. Tem gente que pisa na goela de quem caiu, derrotado. Não basta vencer, tem que humilhar e fazer dele(a) terra arrasada. É quando um vencedor vira um canalha. É quando um vencedor vira um ser desprezível. Quem chuta o rosto de quem está caído não pode dizer que é crente. Não pode dizer que é filho de Deus. Jesus não cuspiu no rosto dos saldados romanos que lhe escarraram a face. Jesus não mandou torturar Pilatos, Herodes, Caifás, Anás ou outro fariseu, depois que ressuscitou. Aos inimigos, Jesus silenciou. Aos amigos, Jesus apareceu e os batizou com o Espírito Santo. Quem tem espírito de vingança, mesmo ganhando a causa, vira um desprezível filho do diabo.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail