Crentes que morrem lentamente...


1. Morre lentamente quem, uma vez salvo pela Graça, aos poucos abandonou sua espiritualidade e agora vive pela observância das leis da denominação.

2. Morre lentamente quem, aferrado a sua justiça própria, não perdoa quando ofendido, preterido, prejudicado, caluniado.

3. Morre lentamente quem abandonou a prática da oração terna, verdadeira, não histérica e passou a viver uma espiritualidade rezada, mantrificada, tercificada.

4. Morre lentamente quem confunde Cristo com cristianismo, religiosidade que se paganizou no passado, é pagã no presente e jamais deixará de ser secularizada, maligna e teatral.

5. Morre lentamente quem lê a Bíblia por obrigação, quem faz curso porque quer ser pastor, quem decora textos da Bíblia para se promover, quem usa a Bíblia como talismã.

6. Morre lentamente quem faz da Casa do Senhor, lugar de oração, um comércio lucrativo, drenado de todo elemento trans-natural.

7. Morre lentamente quem pensa que Deus só age por dinheiro. Que o dinheiro é que dimensiona a fé dos crentes, que Deus "funciona" quando a oferta é maior. "Ou dá ou desce", como disse um dos papas do movimento.

8. Morre lentamente quem pensa que o mercado gospel, com seus padres cantores e seus cantores fabricados pelas gravadores, é uma bênção, aleluia!

9. Morre lentamente quem, sendo crente, acha que só os "não crentes" são ímpios, quando dentro da religião evangélica está cheia de gente ímpia tão ímpia quanto os piores ímpios conheço.

10. Morre lentamente quem usa os dons que o Senhor lhe deu em benefício próprio, considerando-se superior aos demais e soberbamente inchados na sua vã maneira de lidar com os demais filhos do Senhor.

Um comentário:

Allyne Evellyn disse...

Muito boa sua versão do Morre lentamente...
Infelizmente tudo o que está no texto é verdade...
Para infelicidade do evangelho de Jesus Cristo esse realmente é o quadro atual, crentes mortos vivos, tem cara de que vive mas estão mortos.

Senhor não permita que nos tornemos em crentes Zumbis AVIVA a tua igreja Oh Senhor!

Receba mensagens desse blog no seu E-mail