Um fenômeno de pena




Pegue um ser humano normal e encha a bola dele. Apelide ele de fenômeno. Dê-lhe contratos milionários. Faça-o mundialmente famoso. Resultado? Se não se cuidar, ele terminará num motel, confundindo travesti com prostituta, de quatro horas da madrugada! O que aconteceu com o jogador Ronaldo é o que acontece com quem se deixa iludir pelo poder, pela fama e pelo dinheiro. Sorte pública, infelicidade privada. Exemplos não faltam: Maradona, Hugh Grant, Bill Clinton, Michael Jackson, Britney Spears... Deslumbrado com "o mundo a seus pés", Ronaldo colecionou títulos nos campos e se descuidou gravemente da vida afetiva. Casou com Cicarella - e se separou três meses depois. Teve relacionamentos fugazes com outras modelos. Só sexo. Só imagem. Só amor... real! Acredito que a mulher que faria Ronaldo feliz seria Milene Domingues, com quem esteve casado quatro anos e teve um filho. Outro detalhe importante, Fenômeno é um apelido exagerado para qualquer craque. Existiram e existem jogadores melhores que ele. Não se justifica chamar ninguém de Rei, Fenômeno - ou outro título igualmente exagerado. Isso faz um mal danado à alma de qualquer ser humano. Ele se demoniza. Ninguém vira ídolo impunemente. Ronaldo precisava descer do pedestal. Não desceu. Foi lançado por terra por uma trinca de travestis. Tenho pena dele - e oro para que essa queda o o traga de volta à realidade: ele, como qualquer um de nós, é de barro e se espatifa.

2 comentários:

Railda disse...

O mundo precisa de caricaturas para se distrair; Ronaldo foi transformado em uma delas. Que pena, lamento muito tudo e também sinto por ele e por sua família. Que a graça de Deus seja derramada abundantemente sobre ele para que seja salvo da sandice humana e maquiavélica. Povo de Deus, vamos orar por este homem. Obrigada pastor Geraldo. Lê-lo se tornou obrigatório para mim. Pastora Railda, Igreja Metodista em Assis, SP.

Allyne Evellyn disse...

Não sou muito a favor de comparaçoe mas vale apena perceber a difereça nítida entre Cacá e Ronaldo.
Ambos famosos, ricos e adimrados no entando o Cacá dá a DEUS a honra e a glória já o Ronaldo toma para si.
Durante toda a historia percebemos que aqueles que muito se exaltaram (exemplos citados no texto) foram envergonhados e humilhados mas aquele que se coloca abaixo da potente mão de Deus são felizes e não precisam de prostitutas para prencher vazios existenciais!

Receba mensagens desse blog no seu E-mail