Aulinha de português



Um dos vícios de linguagem mais comum é a tautologia. Consiste na repetição de uma idéia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido: 'Subir para cima' ou o 'descer para baixo'. Repete-se a idéia numa mesma expressão. É a simples redundância. Vamos ficar atento ao que falamos e, pricnipalmente, ao que escrevemos. Uma dessas armadilhas abaixo pode arruinar uma carta, um e-mail corporativo, um ofício, um bilhete. A seguir, listo algumas redundâncias que passam desapercebidas, mas causam sérios estragos quando lemos com atenção:
- elo de ligação


- acabamento final


- certeza absoluta


- quantia exata


- expressamente proibido


- em duas metades iguais


- sintomas indicativos


- há anos atrás


- vereador da cidade


- detalhes minuciosos


- anexo junto à carta


- superávit positivo


- todos foram unânimes


- conviver junto


- fato real


- encarar de frente


- multidão de pessoas


- amanhecer o dia


- retornar de novo


- empréstimo temporário


- surpresa inesperada


- escolha opcional


- planejar antecipadamente


- abertura inaugural


- continua a permanecer


- a última versão definitiva


- possivelmente poderá ocorrer


- comparecer em pessoa


- gritar bem alto


- propriedade característica


- demasiadamente excessivo


- a seu critério pessoal


- exceder em muito.


- surpresa inesperada.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail