O insuportável brilho dos outros



Há muitos anos li uma ilustração sobre inveja. Algumas vezes a contei no Templo da Igreja Maranata - Ministério Surubim. Recebi um Email que me fez ver a importância de se precaver contra este horrível pecado. Conta-se que uma vez uma serpente começou a perseguir um vagalume. Este fugia rápido, com medo da feroz predadora. Mas, a serpente, que nunca pensou em desistir, estava sempre em seu encalço. Fugiu um dia e ela não desistia. No outro dia, lá estava a serpente, de novo, atrás do vagalume. Um dia a serpente caçou o vagalume com todas as forças. Muito cansado, o vaga-lume parou e disse a cobra, antes de ser mastigado:

- Posso fazer três perguntas, antes de você me engolir?

- Não costumo responder nenhuma pergunta antes de comer, mas já que você é uma iguaria muito especial para mim, pode perguntar. Seja objetivo.

- Vagalume pertence a sua cadeia alimentar?

- Não!

- Eu fiz algum mal a você?

- Não!!

- Então, pelo amor de Deus, me responda: por que você quer acabar comigo?

- Porque não suporto ver você brilhar!!!

O invejoso é incapaz de ser feliz, por isso não suporta a felicidade estampada no rosto dos outros. Para eles, o ideal é que todos sejam miseráveis como ele é. Cuidado com a inveja, ela arruína a vida. Cuidado com os invejosos, eles são capazes de qualquer loucura para apagar o brilho de alegria no rosto dos vencedores.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail