A parábola que explica o Evangelho


ENTÃO Jesus, tomando a palavra, tornou a falar-lhes em parábolas, dizendo:O reino dos céus é semelhante a um certo rei que celebrou as bodas de seu filho; e enviou os seus servos a chamar os convidados para as bodas, e estes não quiseram vir (tem muita gente que rejeita o convite da Graça). Depois, enviou outros servos, dizendo: Dizei aos convidados: Eis que tenho o meu jantar preparado, os meus bois e cevados já mortos, e tudo já pronto; vinde às bodas. Eles, porém, não fazendo caso, foram, um para o seu campo, outro para o seu tráfico; e os outros, apoderando-se dos servos, os ultrajaram e mataram (tem muita gente que faz pouco caso do convite da Graça e ainda usa de violência contra os pregadores). E o rei, tendo notícia disto, encolerizou-se e, enviando os seus exércitos, destruiu aqueles homicidas, e incendiou a sua cidade. Então diz aos servos: As bodas, na verdade, estão preparadas, mas os convidados não eram dignos. Ide, pois, às saídas dos caminhos, e convidai para as bodas a todos os que encontrardes (Já que os da elite, os bons, os nobres, os de moral rejeitaram o convite da Graça, Deus estende o apelo a qualquer um). E os servos, saindo pelos caminhos, ajuntaram todos quantos encontraram, tanto maus como bons; e a festa nupcial foi cheia de convidados (Isso é Evangelho, o resto é confraria religiosa).

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail