Dez verdades sobre o legalismo

1. O legalismo é o homem querendo entrar no céu pelos seus próprios méritos.
2. O legalismo é tão contrário ao Evangelho quando o mundanismo.
3. O legalismo ofende a salvação pela Graça. É como pisar de novo o sangue de Jesus, rejeitando seu sacrifício por nós.
4. O legalismo gera "religiosos" perversos, soberbos e insensíveis.
5. O legalismo não salva ninguém, absolutamente, pois "sabemos que o homem não é justiifcado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo".
6. O legalismo tem seu quartel general, seu núcleo mais duro, nas igrejas evangélicas pentecostais.
7. O legalismo é o culpado de lançar gente demais no inferno: cristãos de verdade foram expulsas das "igrejas" por causa do uso da televisão, batom, chapeu, calças compridas, paletó lascado, até de jeans.
8. O legalismo persegue e combate o verdadeiro cristão, apelidando-os de "desviados", "primos", "carnais". Mas, convenhamos: existe alguém mais carnal que um legalista?
9. O legalismo produz uma falsa sensação de santidade. Seres maldosos, preconceituosos, orgulhosos são levados a pensar que são puros como um copo de leite.
10. O legalismo não produz verdadeiros cristãos. Na verdade, produz religiosos perseguidores da Igreja de Cristo.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail