"Eu estou decidido: vou me divorciar!"


Já que você está decidido, vai se separar definitivamente, peço que preste atenção a algumas considerações:
1. Trate, pelo menos, a mãe (ou o pai) de seus filhos com dignidade e respeito.
2. Não deixe faltar nada (saúde, alimentação, roupa, escola, lazer) para seus filhos.
3. Não ponha seus filhos contra a mãe deles (ou contra o pai deles).
4. Você se separou da mãe de seus filhos (ou do pai de seus filhos), não se divorcie também de seus filhos.
5. Se você deixou sua esposa por uma amante, tome cuidado com o seu bolso.
6. Se você deixou seu marido por um amante, tome cuidado com sua aparência.
7. Caso sua atual parceira (ou parceiro) já tenha filhos de outro relacionamento, prepare-se para sofrer.
8. Administre bem suas finanças. Ninguém consegue manter duas famílias sem passar por dificuldades nessa área.
9. Seus filhos são as maiores vítimas do seu divórcio. Não seja glacial com eles.
10. Deus detesta o divórcio. Só em casos extremos, por causa da dureza do coração humano, ele é permitido. Confesse seu fracasso ao Senhor, acerte-se com Ele, antes de mais nada.
11. Não saia de casa como uma tempestade no deserto. Marque uma "des-lua-de-mel". Passe dois ou três dias num bom hotel sozinho com o seu cônjuge. Abra o coração e peça que o outro fale abertamente também. Fale das mágoas, das decepções, dos ódios acumulados. Tudo sem brabeza, explosões de ira, gritaria, ironia, escárnio, baixaria. Já que o divórcio é irremediavelmente certo, pelo menos que seja feito da forma certa.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail