Ping-pong comigo mesmo


Filme que nunca assistiria? Todos os filmes da grife Xuxa. Xuxa e os Duendes, Xuxa e os baixinhos, Xuxa e a lagartixa cor de rosa... Se quiserem me torturar para que confesse até o que nunca fiz, me obrigue a assistir esse tipo de película.

Ator que não consegue suportar? Sem dúvida, Jakhie Chan. Ele está, na minha concepção, entre os três piores atores de todos os tempos. Não suporto assistir nem propaganda de seus filmes, tenho ânsias de vômito.

Em quem não votaria nunca mais? Lula, claro. Pelos seus atuais amigos e pelos amigos que descartou ao longo da jornada. Para mim, o pior em Lula é que ele pensa que o mundo só passou a existir depois delle. Eu não errei, escrevi "delle" mesmo.

Quantos cds gospel ou carismático compra por ano? Nenhum. E vou além: por favor, leitor, não compre também. Sinceramente, não consigo imaginar Jesus Cristo levando para casa um cd evangélico e, menos ainda, carismático. O mercado, por ter virado mercado, apodreceu.

Como pastor, sua maior decepção? Minha maior decepção, atualmente, é com a ingenuidade do povo de Deus. Como a gente é facilmente enganado pelo pastor lobo, pela lábia bem aplicada, pela falsa espiritualidade.

Livros que nunca vai ler? Todos de Paulo Coelho, todos de Augusto Cury, todos de padres-cantores-famosos... Me pergunte daqui a alguns anos que a lista aumentará.

Filme com temática religiosa ou evangélica que acha imprescindível? O evangelismo através de filmes evangélicos está surpreendendo. O "assistidor mediano de filme aprecia muito filmes como "A virada", "O fazendeiro de Deus", "Prova de fogo". Ainda é muito artesanal, mas já foi bem pior. O filme definitivo para nossa geração, sem dúvida, ainda é "A paixão de Cristo" do Mel Gibson. Vale mesmo a pena ver de novo.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail