Plano de ataque


Satanás tem um plano de ataque. Ele sabe onde atacar, quando atacar e como atacar cada um de nós. Conhece nossos sonhos. Sabe onde pretendemos chegar. Vai além e percebe em que flanco somos mais vulneráveis. É ali que, menos dias ou mais dias, sobretudo no dia em que menos esperamos que ele dá o bote. A presa humana, qual rato pego pelo gato, só tem o direto de se debater. Pode até guinchar. Mas, só. Com o diabo, não tem misericórdia. Para ele, não basta vencer - tem que humilhar publicamente. Suas vítimas são assoladas por vergonha e culpa. Agora percebo, todos os fariseus se parecem muito com o diabo nesse particular. Fiquemos, por enquanto, somente com o plano de ataque do diabo. Ele sempre espera que a presa esteja só. A vítima deve estar, de preferência, enfraquecida. O ataque surpreende e aniquila. Nada de conversar antes. Ele atira, faz sangrar e degola. Sem pena, sem nenhum pingo de comiseração. O papel dele é matar, é destruir. E, só depois, roubar e saquear. O plano de Deus é que a gente esteja sempre vigiando e sempre orando para que não sejamos pegos de surpresa pelo Vampiro. Mas, nem sempre, nós humanos ou cristãos, estamos alertas. Quase sempre, não estamos. Aí o plano dele dá certo. Aí a gente sofre. Só queria dizer isso a você, amigo ou amiga. O diabo tem um plano de ataque. Tenha, por amor a sua alma, um plano de fuga.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail