Em busca do paraíso perdido


O jogador Adriano, codinominado Imperador, que joga na seleção brasileira e no Internazionale de Milão, segundo foi noticiado,épirou". Depois de ter jogado pelo Brasil, ao invés de voltar para Milão, sumiu. Pensaram em sequestro. Aventuram a hipótese de depressão. Falaram em que foi pura irresponsabilidade, devido a sua vida deresgrada. O mistério começa a ser solucionado quando soubemos que, com 19 anos, foi transladado para o Primeiro Mundo. Cultura diferente, muito dinheiro no bolso, fama e sucesso, quase do dia para a noite. Sem profundidade nem conteúdo, sem âncora, Adriano experimentou o que o mundo lhe oferecera (poder, fama, sucesso, sexo fácil, o mulherio aos seus pés) e captulou. Ele, finalmente, foi localizado em Vila Cruzeiro, uma favela. Ele trocou a Europa por uma favela! O motivo é simples, gente: dinheiro, orgias, sucesso, poder, fama, nada disso, sozinho ou junto, produz real felicidade. Traz alegria, faz gozar, dá sensação de conforto e realização, mas o que a gente quer mesmo é simplesmente ser feliz. A vida toda a gente só quer um acoisa, né? Ser feliz. E a felicidade está na simplicidade da vida. Nada me dá mais prazer que conversar com amigos, andar descalço, ler um livro na rede, tomar um banho no chuveirão no quintal de casa, semi-nu, alisar os cabelos de um filho, pegar na mão da mulher que a gente ama... Em Milão, Adriano é o Imperador. Na favela ele é o Adrianinho, driano ou apenas "negão". Em Milão, o mulherio que visita sempre as páginas de Caras, só quer transar com ele. Se engravidar, melhor! Talvez na favela, ele encontre ou esteja voltando para um verdadeiro amor. Como torço por isso. Em milão, a gente tem que interpretar o tempo todo. Na favela, ele pode ser ele mesmo. Que ganho! Em Milão, ele é milionário. Na favela, ele tem o que ninguém lhe pode dar: liberdade. Bem vindo de volta, Adriano. Longe de ser um exemplo de alguém que "endoidou", para mim virou um exemplo de um valente em busca da felicidade deixada para trás. Nem que seja de maneira estapafúrdia, valeu. A ruptura de Adriano assustou muita gente. Deveria abrir os olhos de muita gente!

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail