Os perigos para quem negligencia os cultos


Aprendi, com a experiência de Tomé em João 20.19-29, que quem negligencia os cultos, as reuniões cristãs, a oportunidade de ajuntamento do povo de Deus...
...Perde a oportunidade de testemunhar os maiores milagres de sua vida.
...Vive uma vidinha cristã medíocre, cheia de pavor e de limitações.
...Deixa de receber a Paz do Senhor, proferida diretamente pelos lábios do Senhor.
...Deixa de experimentar a verdadeira alegria, que é ser discípulo Daquele que venceu nosso pior inimigo: a morte.
...Continua um “assistidor” de cultos, sem nunca ser convidado para fazer parte na extraordinária obra de evangelização do mundo.
...Não é abençoado com o Espírito Santo que é soprado sobre a Igreja pela boca do Senhor.
...não experimenta nenhuma dotação de autoridade.
...Perde a alegria e o frescor de ser crente, que nos torna prazerosamente dependentes de Jesus Cristo.
...Se torna um irmão incrédulo, pedrado, chato, “contradizente”, cheio de dúvidas.
...É confrontado e repreendido em sua incredulidade pelo o Senhor da Igreja, que a todos deixa claro sua estupidez.

Um comentário:

Hugo Otávio disse...

É verdade pastor!
Precisamos estar sempre alimentados da palavra de Deus e em comunhão com os irmãos. Incertezas e contradições impede-nos de vermos a Deus e contemplar toda a sua Glória e as maravilhas de Suas mãos!

Receba mensagens desse blog no seu E-mail