Fazer uma mulher feliz custa tão pouco!


Nós, homens, temos um problema sério de relacionamento com as mulheres. A gente, qual asnos, estamos tratando as mulheres como um elefante solto numa loja de cristais. Pergunte a qualquer homem sobre uma receita de como lidar com sua namorada, noiva e esposa e a maioria vai dizer que “precisa gastar dinheiro”, “precisa fazer um curso”, que “é impossível entender como ‘funciona’ uma mulher”. Mas, uma parte faz alguma coisa nesse sentido. Eles dão presentes no dia das mães, no dia dos namorados, no dia da mulher, no dia do aniversário. Às vezes, presentes caros. Alguns ficam só no convencional. “Eu dou comida, roupa e remédio a minha mulher... o que ela quer mais, que exigência dos diabos é essa agora?” É, assim fica difícil o que é tão fácil... principalmente quando se ama e quando a gente quer viver atualizado. Quer fazer a mulher que você ama feliz? Se você a ama, pequenos gestos são prazerosos tanto para ela que recebe quanto para você que propicia. Acorde primeiro e dê um cheiro no pescoço e na bochecha dela. Ela vai ronronar feito uma gatinha recebendo um formidável carinho. Uma ou duas vezes no dia, ligue para ela. Pergunte como ela está. Ouça o que ela diz, diga que a ama e que mais tarde está em casa. Tu vai gastar o bônus do celular, somente! Leve-a para jantar ou almoçar fora nos fins de semana. Ela trabalha demais, nada melhor que fornecer a ela um descanso adicional. Por fim, faça amor, não faça sexo somente. A torre de Babel relacional é essa: o homem quer sexo, muito sexo e a mulher só quer ser amada. Se você quiser invente outras formas de demonstrar amor, se não tiver criatividade use os que eu forneci aqui. Mas, por favor, faça alguma coisa urgente. A mulher que você diz amar pode estar vivendo um inferno particular – mesmo com a montanha de presentes que você trouxe do shopping para ela ou da broa que se ufana em por na mesa todo dia.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail