Desviados dentro da "igreja"


Igreja não é templo. Templo é o lugar onde a Igreja se reúne. Aprendi isso quando estava na jardim da infância da fé teológica evangélica – a mais bíblica, cristocêntrica e verdadeira teologia que existe. De vez em quanto eu escrevo que existem crentes desviados dentro da igreja. É possível, pastor? Claro! Igreja grafada assim, sem o “I” maiúsculo, significa templo – o conceito popular de “igreja” é templo. “Não vai para a igreja hoje não, mulher?” “A “igreja” ainda está fechada!”. Por isso, posso assegurar: existem crentes desviados dentro da igreja. Eles não formam a Igreja. Eles até freqüentam uma igreja, um templo, . Mas, infelizmente, não são mais crentes em Jesus Cristo! A priori, todos os fariseus, escribas, doutores da lei e oficiais do Templo pensavam que, por estarem dentro do Templo, eram crentes no Messias. Nada mais errado. Os de “dentro do templo” foram os principais opositores de Jesus. Portanto, cuidado. Estar dentro de uma “igreja” não faz a gente ser crente. Se você me ver dentro de uma garagem não me confunda com um automóvel! O que produz crentes verdadeiros é a fé em Jesus Cristo. O Evangelho de Jesus Cristo é o único caminho para a vida eterna. Religião não salva. Nem mesmo a “religião evangélica”. Por isso, não se iluda: tem gente que canta na igreja, circula dentro da igreja, diz que é da igreja tal, se veste como a igreja manda, participa da missa ou do culto na igreja, mas Não Faz Parte da Igreja de Jesus Cristo! É mais um religioso igrejeiro, só isso, não passa disso. Para gente assim, só o misericordioso apelo de Jesus a Nicodemus – um exemplo clássico de igrejeiro: “Não te admires de eu te dizer: importa-vos nascer de novo!” Só o Novo Nascimento nos livra do auto-engano de pensar que somos crentes quando, no máximo, fazemos somente parte de um “clubinho religioso”.

2 comentários:

Allyne Evellyn disse...

Pastor gostei muito da forma como você esclareceu o tema, muito objetivo,(em algumas partes até com humor " Se você me ver dentro de uma garagem não me confunda com um automóvel!").
Obrigada pel disponibilidade em postar os temas que sugerimos.
E acredito que a Igreja de Jesus Cristo sem dúvida é formada por aqueles que depositam sua fé e esperança no Senhor!Não apenas por pessoas que costumam visitar o tempo aos domingos!

Muito bom o texto, parabéns!

Annaraí disse...

Pastor, aproveitando o tema do artigo (bastante esclarecedor) gostaria que o sr escrevesse a respeito desse versículo, trazendo para nossa realidade de Igreja de Cristo, "Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus." Mt 5.20.
Paz!

Receba mensagens desse blog no seu E-mail