O filme da sua vida


“Quando você morrer, Deus vai passar um filme de sua vida. Todos os seus pecados, tudo que fez de errado, até aquele dia, quando você tinha 14 anos e se trancou no quarto (lembra, lembra?) será mostrado, com todos os detalhes de sua vilania, com direito a zoom e tudo! Você será envergonhado até diante de Satanás, que não perderá a oportunidade para publicar mais de suas manifestações pecaminosas” Quem, um dia, nunca teve medo desse dia? Quem nunca se horrorizou com o dia do acertos de contas com Deus? Quem não treme diante da certeza de que será desnudado diante das pessoas e dos anjos, desmascarado pelo Deus que todu vê e tudo sabe e tudo grava em Blue-hay? Eu desconfio desse conceito. Esse “deus” parece mais com um fariseu. Não é Jesus Cristo. Jesus Cristo encobriu, não reverberou, o pecado da mulher pega em adultério. Quem a trouxe para a praça foram os escribas e fariseus! Jesus Cristo não “passou na cara” dos demais discípulos a ultrajante negação de Pedro. Pelo contrário, a conversa deles, após a ressurreição, foi marcada pelo perdão, pela misericórdia e pela ternura. Jesus Cristo confrontou Tomé, mas não o demoliu diante dos demais discípulos. O objetivo era a restauração da fé do discípulo. Nunca passou pela mente do Senhor “desmonizá-lo”. Talvez, somente talvez, o Senhor irá projetar num telão todos os meus pecados. Sinceramente, não perco o sono por causa dessa super-produção. Quem estará na platéia? Pecadores tanto quanto eu! (tire já esse sorrisinho dos lábios, daqui há pouco vai começar outro filme, o seu filme). O pecado nos ridicularizou a todos. Em segundo lugar, quem assistirá essa sessão horror serão os anjos! Em terceiro lugar, quem estará presente será Jesus Cristo. Desse, não tenho mais medo. Eu não vim condenar, mas salvar. Só gratidão. Ele é meu Paínho do Céu. Não tenho vergonha de meu Pai – só profunda e sincera devoção.

Um comentário:

Allyne Evellyn disse...

Sinceramente eu não creio que Deus vai passar esse filme não, até porque eu eu saiba isso não tem na bíblia não é mesmo?!
Deus vai sim com missericórdia e justiça nos julgar mas vai também nos acolher e abarçar...

Receba mensagens desse blog no seu E-mail