O extraordinário poder da língua


A língua tem um extraordinário poder. Infelizmente, muita gente (inclusive crente “santo demais da conta”) usa a boca para amaldiçoar, denegrir, caluniar, humilhar, ameaçar, confrontar, agredir, maltratar, murmurar, se danar, arruinar... Se tivéssemos a mínima idéia sobre o poder da palavra, a gente viveria melhor e não nos meteríamos em tantas confusões. Apenas para relembrar, a língua tem o extraordinário poder de...
...consolar.

...edificar.

...exortar.

...adorar.

...abençoar.

...derrotar as trevas.

...atrair bênçãos.

...profetizar milagres.

A decisão é somente sua. “A morte e a vida estão no poder da língua; e aquela que a ama comerá do seu fruto”. Incrível, não? A felicidade ou a infelicidade muito depende do uso sadio de nossos própiros lábios. Por isso, Senhor, põe guarda em nossa boca, para não pecarmos tanto contra o próximo, contra a gente mesmo, contra quem mais amamos e, até, contra o Deus Eterno.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail