Eu era cego. Mas, agora, vejo!


Eu era cego, mas agora vejo! Essa foi a resposta de um homem que foi curado de cegueira pelo Senhor aos líderes religiosos judaicos que o interrogavam. O desejo dos “santos” não eram nada sublimes.Quem me curou? Não sei! Só sei que eu era cego, mas agora vejo! À semelhança desse homem, eu também fui cego. Chamado e tocado pelo Mestre, eu também passei a ver. Posso dizer que fui um cego, mas, pela misericórdia do Senhor, agora vejo. Eu era cego, mas agora vejo o quanto, apesar de meus muitos pecados, Deus me ama. Eu era cego, mas agora vejo o poder de Deus que me salvou dos meus pecados e de mim mesmo. Eu era cego, mas agora vejo como a religião faz mal à humanidade. A religião tem o poder de nos tornar seres preconceituosos, soberbos, mesquinhos, infelizes, ímpios e, não raramente, malignos.. Eu era cego, mas agora vejo que só Jesus Cristo salva. É preciso ser tocado pelo Senhor para poder crer em Jesus Cristo como único Senhor e Salvador. Não sejas incrédulo, Tomé, mas crente! Eu era cego, mas agora vejo a fidelidade de Deus. Eu era cego, mas agora vejo o quanto o diabo é asqueroso e o quanto tem gente pior que o diabo no quesito asco. Eu era cego, mas agora vejo o quanto era negra a minha cegueira sem Cristo. Não é à-toa que Ele é a Luz do Mundo. Eu era cego, mas agora vejo o quanto o diabo pode cegar uma pessoa, enquanto dá a sensação de que se enxerga mais que os demais.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail