Como é um crente cheio do Espírito


Como é um crente cheio do Espírito
Antes de tudo, não existe pagão cheio do Espírito – nem idolatra, nem ateu, nem fariseu. Só um crente, nascido de novo, filho de Deus pela fé em Jesus Cristo, selado pelo Espírito Santo da promessa pode ser cheio do Espírito Santo. Óbvio. Como a gente pode ser cheio daquilo (no caso, Daquele) que a gente não tem? Primeiro, a gente recebe. Depois, pode ou não ficar cheio. Paulo é quem escreveu para a gente “não se embriagar com vinho”. Motivo? Há contenda na perda dos sentidos para qualquer tipo de droga ou qualquer tipo de alienação. Não dê sua mente a ninguém: nem ás bebidas alcoólicas nem aos charlatões. Tome cuidado com a hipnose de massa que viraram muitas missas(!) e muitos cultos(!). Pelo contrário, devemos buscar ser cheios do Espírito Santo. Ele não engana, Ele não entorpece nossa espiritualidade. Ele é bom, terno e gracioso. Um crente cheio do Espírito demonstra o fruto do Espírito. Um crente cheio do Espírito mantém em pleno funcionamento os dons espirituais. Um crente cheio do Espírito é resistente às tentações e ao pecado. Um crente cheio do Espírito é plenamente usado por Deus para a glória de Deus. Um crente cheio do Espírito tem sensibilidade para as coisas espirituais, sabendo discernir o que vem ou não de Deus. Um crente cheio do Espírito Santo tem convicção de vida eterna. Um crente cheio do Espírito assombra, emudece e derrota Satanás e seus exércitos. Um crente cheio do Espírito é outro crente.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail