Breves considerações sobre namoro


Jamais namore

...homem ou mulher casados.

...quem você não ama.

...por diversão.

...gente má.

...pessoas derrotadas.

...psicopatas.

...por pressão de familiares ou amigos.

...por profecia que não nasça em seu coração.

...gente sem desejo de crescer na vida.

...preguiçoso(a).

...gente sem temor a Deus.

...gente fútil.

...que não valoriza seus sentimentos ou sua companhia.


Acabe, imediatamente, o namoro

... quando sentir que o que existiu foi paixão.

... quando perceber as graves falhas de caráter do parceiro(a).

... quando houver infidelidade.

... se perceber que o parceiro(a) quer te oprimir.

... se o parceiro(a) for violento(a) - qualquer tipo de violência.

... quando o parceiro(a) tratar mal seus pais.

... quando perceber que o amor acabou.

... quando seu parceiro(a) amar mais os amigos que você.

... quando as brigas se avolumarem.

... quando o assunto “casamento” for tabu.

... quando o zelo começar a se transformar em ciúme patológico.

... quando perceber que sexo é o único desejo do parceiro(a).


10 “nunca” do namoro

Nunca faça sexo antes do casamento.

Nunca agrida física e psicologicamente quem você diz amar.

Nunca permite que seu namorado(a) aliene você de Deus.

Nunca seja instrumento de tentação para seu namorado(a).

Nunca faça comparações humilhantes com outros namorados(as).

Nunca troque de namorado(a) como quem troca de roupa.

Nunca confunda amor com paixão.

Nunca brinque com os sentimentos de ninguém.

Nunca seja um canalha da relação.

Nunca idolatre seu namorado(a).

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail