Fundamentalismo sempre é maligno


George W Bush é preguiçoso. George W Bush não foi eleito pela maioria simples dos votos, mas assumiu a presidência da maior potencia mundial, os Estados Unidos da América. A família de George W Bush tinha e mantém negócios com a família Bin Laden. George W Bush invadiu o Iraque somente para se vingar de Saddam e tomar posse de uma nação dona de imensas jazidas de petróleo. George W Bush é… crente! Assisti pela segunda vez o documentário de Micheal Moore, Fahrenaheit – 11 de setembro. Fiquei mais chocado que da primeira vez. É vergonhoso ver um governante sendo o culpado de matar crianças, mulheres, idosos e vicis do Iraque, além de ser capaz de fazer festa e rir enquanto manda jovens pobres matar e morrer no Iraque. Uma das cenas mais estarrecedoras do documentário é de uma criança levando pontos na cabeça, após ter sua casa bombardeada, gritando um grito surdo, assustado e morrendo de dor. George W Bush enganou os americanos. George W Bush me enganou. George W Bush me dá nojo. George W Bush… é crente? O Evangelho de Jesus talvez nunca tenha entrada nele! Ele, com certeza, entrou em muitos templos, falou com muitos “pastores”, é contra o aborto, é “contra casamento homossexual”, conversou com o Papa, mas, sinceramente, é tão assassino quanto o assassino Bin Laden, a quem persegue e nunca encontra. Michael Moore, apesar de ser quem é, virou voz profética... enquanto os “cristãos” do mundo todo se calaram, foram enganados ou foram cooptados. Os fundamentalistas muçulmanos são religiosos sanguinários. Os fundamentalistas cristãos, também!

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail