Fatores que despertam a inveja



Inveja é pesar pelo bem-estar do próximo, é desgosto pelo sucesso de alguém, um dos pecados mais danosos ao ser. Leia, abaixo, algumas portas de entrada da inveja em nossos corações. Aprenda a proteger-se dsse terrível mal.
Primeiro: prosperidade alheia. Asafe era um “homem de Deus”. Servia no templo como levita. Teve o coração assaltado pela inveja quando viu a “riqueza” de gente “sem Deus”. Ele servia a Deus e era pobre, o ímpio servia a si e era rico! Resultado? É melhor deixar de ser “homem de Deus” devido a inveja da opulência da vida de um “homem sem Deus”.
Segundo: elogio feito a terceiros. Deus recebeu a oferta de Abel. O semblante de Caim mudou devido à inveja que assaltou o seu coração, culminando no assassinato de Abel. Toda vez que se faz um elogio perto da gente, tome cuidado com a ciumeira. Fique sereno. Seu dia vai chegar.
Terceiro, o sonho do próximo. Os irmãos de José se morderam de tanta inveja por causa do sonho de seu irmão caçula. Serei grande!, disse ele no café da manhã. Na mesma hora, seus irmãos perderam a fome e passaram a conspirar para arruinar o futuro de José. Tudo por causa de inveja.
Quarto, o sucesso do concorrente. Tem gente que se contorce de inveja pelo sucesso de um concorrente. Ouvi a história de um comerciante que recebeu a visita de um anjo. Pede-me o que quiseres, mas saiba que darei em dobro o que pedires para ti ao teu concorrente da esquina! O comerciente pensou, pensou e depois disse: “cega-me de um olho!”. Num mundo competitivo como o nosso, a inveja pode virar nosso pior pesadelo.
Quinto, ação demoníaca. Uma parcela dos invejosos é vítima de demônios. São eles que envenenam a alma, gerando a angústia de uma vida não vivida pelo desprazer de ser obcecado pela vida aparentemente bem-vivida do outro.
Sexto, baixa-estima. Davi era o menor de sua casa, mas derrotou o gigante de Gate. Tinha uma auto-imagem positiva. Quem tem complexo de inferioridade é vulnerável a toda sorte de comparações, amargura, desprazer, ressentimento e conseqüente inveja.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail