Antes de pedir o divórcio


Sei... você está decidido a pedir o divórcio. Deve ser um inferno conviver com um conjuge imaturo, dado a traições, mentiroso, bruto, indiferente, violento. Você encontrou outra mais jovem, bonita, mais carinhosa, interessante e interessada, que te faz sentir-se jovem de novo. Mas, antes de se divorciar, pense no sofrimento que causará na vida de quem ama vocês: seus filhos, seus pais, seus amigos. Pense em suas finanças. Com responsabilidade dupla, seu dinheiro será curto para suprir suas futuras necessidades. Será que a paixão resistirá sem o lazer, os passeios, as comidas exóticas? Paixão custa caro! Pense no início de seu relacionamento com sua esposa: jurou amor, prometeu ficar ao seu lado na doença, na velhice, na pobreza. Será que sua virtual companheira confiará em você, um homem incapaz de manter sua palavra, empenhada diante de convidados, anjos e do próprio Deus? Pense, você pode estar apaixonado por uma ilusão. Idealizou a mulher perfeita, mas a rotina também vai atingir seu novo relacionamento. Um dia, você acordará ao lado dela e se perguntará quando foi que seus tórridos sentimentos começaram a azedar. Vai se sentir culpado por não sentir o fogo dos primeiros encontros. Pense bem. Talvez a mulher (ou o homem) que vai fazer você feliz seja exatamente a mulher (ou o homem) que você está rejeitando.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail